Etiquetas

, , , , ,

Agora que dizes
reparo que também
o meu céu é azul…
Apesar das ruínas
nuas dum corpo que finge morrer
na solidão das aves…
O meu céu continua azul;
Daquele azul que o dia bebe até ficar a noite
carregada de estrelas.

Sabes, tenho pena de não
ter viajado estrelas no céu do teu corpo
enquanto o azul não era dia.

António Patrício Pereira