Etiquetas

, , ,

De que me serve existir
em liberdades fingidas mais que vividas,
se quero ser cativo
desse mar que trazes na curva rubra
dos lábios?

Preciso dessa prisão,
a vida é-me demasiado grande.

António Patrício Pereira

fotografia / Syoin Kajii (Japão)