Etiquetas

, , , , ,

Quando morrer
perdoa-me os beijos
que me deste e não senti

Perdoa-me
os sorrisos que não vi…
os gestos que perdi

Quando morrer
perdoa-me a vida que partilhaste
e não vivi

Perdoa-me este caminho
começado
e nunca acabado

Quando morrer
perdoa-me o silêncio dorido
dos dias…

pedras que deixei nas bermas da vida

António Patrício Pereira

christopher-brennan-sunonanemptychair

aguarela / Christopher Brennan (Áustria)