Etiquetas

, , , , , ,

Na verdade, este ofício de ser é de trabalhos feito…
Entre longitudes e latitudes vamos consumindo os dias
como répteis em busca de Sol.

Cobrimos as feridas com sal
para que a dor não deixe morrer em nós a vontade de caminhar;
E caminhamos!
Por vezes é a garganta que nos seca as palavras
outras é a consciência sentida nos poros
da amarga passagem dos minutos;
Inventamos sorrisos, amores… repetimos as estações
e contamos as estrelas candidamente para enganar a morte.
Desejamos a juventude do corpo e do tempo
guardamos pedaços de existência nas algibeiras
para mais tarde reviver o que já vivido foi… memórias,
dizemos nós;
Vida! Grita-nos a refracção da luz que transportamos no olhar.

Do ventre materno resta-nos a obsessiva melancolia
e o desejo de regressos
ao vício feliz das palavras por aprender.

António Patrício

10380179_940322586000648_6807983123053830462_o

fotografia / Dulce Maria (Portugal)