Etiquetas

, , , , , , , , , ,

Gostava de te falar, de te escrever
mas é curta a palavra, sai a voz muda,
mesmo quando nas veias transporto
esta vontade de dizer
que morre na garganta em versos calados;
Mesmo quando a escrita é redonda
e a palavra poema pronto.
De pouco me serve o grito, o gesto
se quando quero dizer é no peito que agoniza
o verbo…
Só os olhos têm a coragem de derramar as lágrimas
que a boca não consegue, de tão perdida.

António Patrício

150641_515326548488823_1333043159_n_large