Etiquetas

, , , ,

Queria escrever-te uma palavra
no dorso do mar
vermelha como sangue
ou frágil como papoila ao vento;
ave breve…
Mas não alcanço,
com estas mãos desarrumadas,
os segredos do verbo
nem a linha das palavras.

António Patrício

09-filipoiu-marius

fotografia / Marius Filipoiu (Roménia)