Etiquetas

, , , , , , ,

Devias saber que o meu olhar
é exílio dum corpo cansado,
navio de vela enfunada
neste mar onde o céu se perde
nas águas rubras de um,
qualquer,
Sol poente.

Devias saber que é o teu nome
que trago na pele;
sílabas de espera
imóvel
como a beleza das estátuas.

Devias saber!

António Patrício

Sem Título-1

aguarela / Inês Pereira (Portugal)