Etiquetas

, , , ,

Vou sentindo crescer
esta vontade de partir
de mim para parte incerta

Como se não tivesse substância;
Abandonar esta pele que me veste
a carne e zarpar

Seguir a voz clamorosa do mar
que trazes de braçado no regaço
aconchegado

E adormecer na linha sóbria do teu corpo,
terra fértil,
onde se escrevem todos os poemas.

António Patrício

B010005

fotografia | Frauke Eigen (Alemanha)

António Patrício