Etiquetas

, , , ,

Somos a continuação dos mortos…
Duplicados que se duplicam em carne e sangue
para um dia mortos serem.

Só o rasto das palavras vai ficando
presente
nos deterioráveis mundos que construímos…
Ilusão de futuros que não são os nossos…
Nunca serão!

Nascemos formatados, acabados
só a poesia dos homens nos liberta desta obrigação
tirânica de respirar.

António Patrício

large

fotografia de Cole Thompson (EUA)