Etiquetas

, , , ,

O amor cresce-nos
nos olhos,
desconcertada carne,
frémito
onde só a ferocidade do sangue
se sente…
livre!

António Patrício

Ferocidade do sangue (Post-Scriptum XXI)

fotografia de Pascal Renoux (França)