Etiquetas

, , ,

Por vezes morre-se
em poucas palavras.

Sentem-se as horas na pele;
Movimentos verticais de dor.

Quantas lágrimas quebradas
nos ficam depois do espanto?

António Patrício

Justificação da dor (bloco de apontamentos XL)

fotografia de Marius Filipoiu (Roménia)