Etiquetas

, , , , ,

Talvez o amor seja uma ilha
perdida no nosso peito cansado;
Uma réstia de luz que nos mantém
a vida no suave diálogo dos corpos.

Talvez seja esta música
que regressa no silêncio
enquanto adormecemos
capazes de sonhar todas as eternidades.

António Patrício

Talvez (bloco de apontamentos XXXVI)

fotografia de Akos Major (Hungria)