Etiquetas

, , , ,

Um dia quando o tempo
for sinónimo de passado
e só restar a saudade,
simples explicação da ausência,
vou, finalmente,
entender os vagarosos sorrisos
do teu corpo,
a brisa tímida da tua voz.
o perfume a sândalo
aprisionado no reflexo do teu olhar…

Assim tivesse eu sido completo saber
do tanto que não sei.

António Patrício

Explicação da saudade (bloco de apontamentos XXIX)

fotografia de Flor Garduño (México)