Etiquetas

, , , , ,

Respiro as horas que a noite me dá,
adio o sono.
Abandono as palavras à solidão do esquecimento,
viajo olhares pela linha do teu corpo…
Insondável é o sorriso
que sela os teus lábios adormecidos.
Tudo é quietude,
só o leve sopro
de vida que trazes no peito
quebra o estático momento dos oráculos.

António Patrício

Momento dos oráculos