Etiquetas

, , , ,

As nossas bocas,
mares repletos
de sofreguidões salgadas,
quando se encontram
na linha rubra dos lábios
desencadeiam tempestades de desejo.

Perde-se a voz na rebentação
distante da ressaca,
ganham-se infinitos na linha
do corpo em carne que vive.

António Patrício

Em carne que vive

fotografia de Chris Friel (Reino Unido)