Etiquetas

, , , ,

É de fruta madura
o cheiro da tua pele.
Nos dias de imagens apagadas
é nele que revivo delicadas
cumplicidades do teu corpo.

António Patrício

Exercício de memória (notas de rodapé XXXI)