Etiquetas

, , , , ,

Depurados são os corpos
após o imenso prazer da vontade.
Aqui acaba o latejar desordenado da carne…
Aqui começa o nada.

Fica o lúcido abandono dos sentidos.

António Patrício

Depuração do desejo (notas de rodapé XXIX)