Etiquetas

, , ,

Que me importam
as esculpidas vontades
se o teu tempo definha
em narradas palavras
que um dia foram beijos dados?

Que me importam os vestígios
do sorriso original,
a extensão da tua pele,
o sabor das inocentes promessas
se agora vejo os meu braços vazios?

António Patrício

Quero lá saber! (notas de rodapé VII)