Etiquetas

, , , ,

Como o Girassol
segue o lento caminhar do Sol,
assim me perco eu
em tantos dos teus passos.

É na luz que se prende
a amarela flor, sonhos
vegetais na seiva guardados;
silenciosos beijos trocados.

Vou sorvendo palavras
que dos teus lábios brotam.
Deixo-me embalar pelas pétalas
do teu olhar.

De história é feito este amor
que do tempo
das desenhadas manhãs vem;
primeiras memórias do Sol
dançante nas minhas pálpebras.

António Patrício

É na luz que se prende o Girassol (poema de algibeira XXXVI)