Etiquetas

, , ,

Folha a folha,
tantas,
pelas mãos do vento
embaladas.

Em que Outonos te perdi
quando era de Primaveras
o meu querer?

António Patrício